Pesquisar neste blog:

Carregando...

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Goonies brasileiro


Programa garantido para as férias escolares deste fim-de-ano, O Segredo dos Diamantes estreia 18 de Dezembro:

http://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2014/10/28/estilo-goonies-chega-ao-cinema-brasileiro-com-o-segredo-dos-diamantes.htm


Filme feito em Minas, por um mineiro, mas para o Brasil inteiro.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Carta ao Pablo Villaça


Caro Pablo,

Acesso o Cinema em Cena quase que diariamente há mais de 15 anos. Comprei e li seu livro sobre o Helvécio Ratton, assistia ao seu programa na TV Horizonte e cheguei até a participar de uma edição especial que aconteceu ao vivo. Divulgo constantemente o site e links para suas críticas. Leio frequentemente seu blog e torci por você nos momentos difíceis de sua vida ali relatados.

Por estas e outras, fiquei extremamente chateado ao saber que o Cinema em Cena ia sair do ar. Não hesitei um minuto quando vi que estavam promovendo um sistema de assinatura para mantê-lo vivo. Havia uma indicação de conteúdo exclusivo para assinantes, mas nem prestei atenção: para mim aquela assinatura anual (que, no fim das contas, era o equivalente a menos de R$10/mês) era o mínimo que alguém podia colaborar para ao menos manter tudo como está. Assinei o Cinema Em Cena com orgulho de todos envolvidos.

Porém, o orgulho passou. Nos últimos meses, o seu antes interessante blog passou a se tornar palco de ofensas a quem não compartilhava de sua orientação política. Sim, isto já havia acontecido antes em eleições passadas, mas desta vez, talvez devido à disputa acirrada da corrida presidencial, a situação se agravou. Você passou a tratar como ignorantes os eleitores dos políticos rivais aos seus. Comentários com questionamentos ou contra-argumentos às verdades absolutas colocadas em seu blog foram sumariamente excluídos. Ou somos mesmo burros e não somos dignos de comentar suas ideias ou então nossos comentários eram pertinentes e não deveriam chegar aos que estivessem lendo seus textos doutrinários.

Faltou humildade, Pablo. Pode tentar recuperar os pouquíssimos comentários que fiz no seu blog nos últimos meses, e que foram excluídos, e verá que em nenhum momento fui ofensivo (muito longe de mim): apenas tentei estabelecer uma discussão cívica e necessária. Torci para ver ali um lampejo daquele Pablo que chegou retificar sua crítica de A Dama na Água para retirar o texto em que ofendia os possíveis espectadores que tinham gostado do filme, para deixar as ofensas apenas aos realizadores do filme.

Faltou humildade como falta a vários petistas. Note que, ao contrário de você, não generalizo - tenho muitos amigos e parentes petistas que não saem cegamente ao ataque. E, além de já ter votado mais de uma vez em candidatos do PT,  não sou um pessedebista, nem muito menos um burguês. Você não deve rotular qualquer um que não concorde com muita coisa que vem sendo feito pela atual gestão e que não acredita que ela seja a única opção para quem "tem familiar que lutou contra a ditadura" ou para quem "quer um país melhor para seus filhos".

Faltou humildade como faltou à Dilma, que se recusa a reconhecer o que significa ter uma vitória tão, tão apertada... "Não acredito, sinceramente, do fundo do meu coração, não acredito que essas eleições tenham dividido o País ao meio." É, matematicamente, 51,4% a 48,6% realmente não é uma divisão ao meio. Vitória absoluta e incontestável.

Hoje, muito precoce e tristemente, decidi abandonar o CeC e cancelar minha assinatura, Pablo. Não é pelos "menos de R$10/mês". Você mesmo pregou que nossas convicções têm que vir acima de tudo e não posso apoiar o trabalho de alguém que me insulta, ou despreza, por causa das minhas. Sei o que você está pensando, e concordo plenamente: eu é que saio perdendo. Realmente, vou deixar de acessar o melhor site de cinema que existe no Brasil e vou parar de ler as excelentes críticas da única referência nacional que tenho consideração (e nada, sinceramente nada, nessa frase foi em tom de ironia). Você ganha: fica livre de um cara que votou no Aécio e que gostou de Dama na Água. De quebra, não perde seu tempo para apagar comentários estúpidos em seu blog. Pro Cinema em Cena, um leitor a mais, um a menos: tanto faz...  E minha assinatura não faz falta nenhuma, tenho certeza absoluta. Agora, se um dia o bicho pegar, tenho certeza que a Dilma passa a autorizar o uso do Vale Cultura para assinatura de web-sites também.

Bons filmes,
Zé Roberto, ex-leitor.

Pablo Villaça é crítico de cinema e diretor do site Cinema em Cena.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Não pare para pensar


Depois de sete anos de espera por material inédito, Pato Fu lança dois clipes para promover o novo álbum, 'Não Pare Para Pensar'.

Cego Para as Cores

You Have to Outgrow Rock'n Roll

Muito bom.


terça-feira, 21 de outubro de 2014

Pirataria é crime


Cinco capas de DVDs piratas...
(clique nelas para aumentar)

J. Edgar 
Difícil até de comentar.

Batman Begins
Tem tanta coisa "boa" aqui, mas o destaque maior é a sinopse, vale uma lida. Especialmente esta parte: "e os equipamentos o tornaram uma outra pessoa: Homem-Aranha".

Eu Sou a Lenda
Esse acertou pelo menos uma coisa: realmente este (juntamente com Um Sonho de Liberdade) é o filme em que Adam Sandler tem sua atuação mais memorável.

Encontros e Desencontros
Por que o Bill Murray tá tão parecido com o Dustin Hoffman neste filme??? Deve ser a barba. Ou chapéu. Ou o Johnny Depp em cena do Em Busca da Terra do Nunca. 

True Detective
WTF???
Não há o que dizer.
Tudo, tudo aqui é" WTF???" total.


sábado, 18 de outubro de 2014

Overdose de heróis


Em um bom período em que fiz natação, já adulto, a turma tinha dois professores que se intercalavam conforme disponibilidade. Um tinha o costume de dar as orientações do que fazer nos próximos 5 a 10 minutos, para dar os próximos passos somente após aquela primeira tarefa ser concluída. O outro chegava e já passava o que tinha que ser feito praticamente a aula inteira: tantas chegadas de crawl, depois tantas de costas, depois mais tantas de peito, etc. Mesmo que na aula do primeiro acabasse sendo feito, após doses homeopáticas, exatamente o que seria feito na do segundo, o fato é que, com o segundo, já batia um desânimo, uma preguiça e um cansaço antes mesmo de começar a nadar.

Apesar do sucesso de público, e das críticas positivas, das continuações de Thor, Capitão América, dos novos X-Men e de Guardiões da Galáxia eu acabei não os assistindo (assim como os dois do Espetacular Homem-Aranha), pois já vinha me desgastando com filmes de super-heróis. Pra completar, a DC Comics fez como a Marvel havia feito há alguns meses e divulgou sua programação de lançamento de filmes até 2020. Se eu já estava com preguiça de entrar nesta piscina, agora que sei o tanto que tem que ser nadado, só tenho vontade de sair e pegar a toalha.

Para se ter uma ideia, são quase 30 (!) filmes de super-heróis confirmados para os próximos seis anos:

2015:
-Os Vingadores 2: A Era de Ultron (MARVEL)
-Homem-Formiga (MARVEL)
-O Quarteto Fantástico (FOX/MARVEL)
-X-Men: Apocalypse (FOX/MARVEL)
2016:
-Capitão América: Guerra Civil (MARVEL)
-Doutor Estranho (MARVEL)
-Batman e Superman: Alvorecer da Justiça (DC)
-Esquadrão Suicida, ou Força Tarefa X (DC)
-O Sexteto Sinistro (SONY/MARVEL)
2017:
-Guardiões da Galáxia 2 (MARVEL)
-Thor: Ragnarok (MARVEL)
-Pantera Negra (MARVEL)
-Mulher-Maravilha (DC)
-Liga da Justiça: Parte Um (DC)
-Continuação sem título de Wolverine (FOX/MARVEL)
-O Quarteto Fantástico 2 (FOX/MARVEL)
-Venom (SONY/MARVEL)
2018:
-Os Vingadores: Guerra Infinita Parte I (MARVEL)
-Capitão Marvel (MARVEL)
-Inumanos (MARVEL)
-Flash (DC)
-Aquaman (DC)
-O Espetacular Homem-Aranha 3 (SONY/MARVEL)
2019:
-Os Vingadores: Guerra Infinita Parte II (MARVEL)
-Shazam (DC)
-Liga da Justiça: Parte Dois (DC)
2020:
-Cyborg (DC)
-Lanterna Verde (DC)

Sinceramente, pouquíssimos (os dos Vingadores, Batman e Superman e os da Liga da Justiça) me despertam o interesse. Pro resto sobrou foi a preguiça.


Já errei o prognóstico da Marvel pré e pós Vingadores, então não vou nem arriscar em dizer que o efeito desta enxurrada anunciada será negativo em todo mundo, como foi em mim. Aliás, com a sempre crescente bilheteria do gênero, parece que o fôlego acabou só pra mim, mesmo.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Todo o Depp


Cosplayers são seres sem noção. Ou gastam muito e arrumam fantasias idênticas aos personagens que querem homenagear, ou não têm medo do ridículo e simplesmente saem por aí com roupas espalhafatosas, crentes que estão idênticos aos personagens que querem homenagear.

Mas, geralmente, são muito criativos. Como, por exemplo, o indivíduo abaixo, que tentou sintetizar numa fantasia única o maior número possível de personagens interpretados por Johnny Depp.


Sucesso?

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Valdisney


No aeroporto de São Luis assisti, sem som, à propaganda de uma agência de turismo local. As imagens vinham com legendas. Assim, cenas da Torre Eiffel, do Big Ben, etc. vieram rotuladas como "Europa", enquanto da Estátua da Liberdade, Central Park, etc. como "Estados Unidos". Em seguida, abaixo de alguns parques temáticos, apareceu: "Disney".


Pessoal, pessoal! Não existe um voo São Paulo - Cidade do Panamá - Disney. A não ser que você limite uma viagem internacional somente aos parques Magic Kingdom, Epcot Center, Hollywood Studios, Animal Kingdom, Typhoon Lagoon e Blizzard Beach, você não "vai pra Disney". Caso queira também visitar coisas como Universal Studios, Islands of Adventure, Sea World, Legoland, Discovery Cove, Acquatica e Busch Gardens, entre tantas outras atrações, você está indo para Orlando.

É isso, simples assim. Orlando, na Flórida, é a cidade que abriga muitos atrativos turísticos, incluindo (mas nem de longe limitada a) os parques da Disney

Ah, a Flórida é um dos Estados Unidos da América. Mas que bom que a tal agência maranhense faz viagem não só pra Disney, mas pros EUA também.